terça-feira, 21 de abril de 2009

Na paz irresoluta

Tento acreditar
que acredito.
Cri?


Ígor Andrade

_____________________________________________________________________

9 comentários:

Cosmunicando disse...

não sei.

=)

Simple Me disse...

Creia!

Menino Poeta disse...

vá fundo...

nina rizzi disse...

eu não sei não. mas creia
: teu poema fútil é FANTÁSTICO, tanto quanto o fantástico (ainda que o do domingo nao seja nada fantástico...)

great!
beijo :)

Larissa disse...

Eu acredito na paz, mas sei que ela estpa distante do amor. Amor não tem nada a ver com paz. Estava a discutir isso hoje e me ocorre agora, lendo seu 'na paz irresoluta'. Haha

Adriana Godoy disse...

também não sei...mas continue. Bj

Ston disse...

Cricri.

Pequena Poetiza disse...

o pior ou melhor (naum sei depende do referencial) muitas das vezes acabamos por acreditar q acreditamos
somos os melhores mentirosos quando a mentira é pra nós mesmos
mesmo q a máscara caia com mt mais facilidade

beijos

Deise Anne disse...

a gente faz o possível...