sábado, 18 de abril de 2009

Desestimulante

Hoje não tem café
hoje não tem acordar
descafeinado
voltei a deitar.


Ígor Andrade

_____________________________________________________________________

5 comentários:

Rafael Perfeito disse...

Café. Viciei nessa porra quando trabalhei em banco.

A droga da modernidade, da produção.

Confesso que outras me apetecem mais.

Porém, filho de mineiros, hoje faço um bom café.

Combina com a labuta.

S.L. disse...

Sem café, sem estímulo. Vivemos sem tantas coisas... desestimulante. Beijo querido!

Deise Anne disse...

ai... eu to precisando aprender a viver descafeinada... nada pior!
em crise de abstinência total!!!

Ston disse...

Excelente, Igor. Gostei demais!

Raissa Santiago disse...

"Café...
Um simples pó viciante aos q escrevem.
Sem ele não sou ninguém,e com ele me aprofundo,me inspiro e bebo
e escrevo,completamente.

Olá Ígor,prazer enorme em lê o q vc escreve.
Também arranho mas escrevo crônicas,poemas tenho varias coisas(mas
estao guardadas)mas fiz meu blog agora,esta bem recente e tenho
poucos contatos.
Vi seu comentário em Aila sampaio(pense ali escreve demais)e resolvi espiar seu blog e estou adorando.
Vc conhece Ricardo Kelmer?(tem um blog tbm joga no google)ele é
escritor tbm aqui de Fortaleza porém mora em SP da uma olhada lá. Estou te falando dele pq ele tem umas palestras sobre quem escreve
ou arranha assim como eu,como vc e ele é muito influente e a palestra
dele é sobre escritores do sec 21 pra quem quer saber mais do universo literario e quem gostaria de dicas para entrar nessa carreira literaria e como vc é aqui de Fortaleza ele vai dar uma palestra dia
25/04 sabado agora no espaco do Banco do Nordeste(BNB) as 17:00 quem sabe vc num se interessa e vai aproveitar a oportunidade eu VOU sim.
Vai ser gratuito e num espaço muito bom e com um escritor bem
dinamico.
Pera ai q vou ver se axo o link do blog dele... http://blogdokelmer.wordpress.com/category/agenda/.
Aguardo seu retorno!