sábado, 4 de abril de 2009

Meu poema em linha reta

Meu poema em linha reta
é pôr no sol seu nome
até o infinito da fome
onde nem céu me aquieta.



Ígor Andrade

_____________________________________________________________________

4 comentários: