segunda-feira, 31 de maio de 2010

Bateu a porta

Eu não sei
como me sinto
e ninguém se importa.



Ígor Andrade

____________________________________________________________________

6 comentários:

. disse...

oooi, curti o bloog ;
estou seguindo se quuiser retribuir ;P
beeijo :)

Nadine Granad disse...

Talvez só esteja trancada!

Sempre há olhos-chaves invisíveis!!!


Abraços carinhosos =)

Úrsula Avner disse...

Olá Igor,

prazer em conhecer um pouco do seu espaço poético. Em poucas palavras voce destacou o que acontece frequentemente... Somos um mistério para nós mesmos, por isso alguém já disse que conhecer o outro é ser sábio, mas conhecer a si mesmo é ser iluminado... Ás vezes, o fato é que, mesmo quando as pessoas se importam conosco, raramente nos entendem... Obrigada pela visita e pelo interesse em acompanhar meu trabalho com a poesia. Grande abraço.

S.L. disse...

Eu me importo! =)

Ceisa Martins disse...

Eu me importo!

Meu olhar caleidoscópio disse...

VC deve se importar contigo mesmo!Eis a questão MAIOR. Se AMAR acima de tudo,além de tudo. SIGA EM FRENTE, POETA! Força e Luz, sempre! :-)