sexta-feira, 12 de março de 2010

A morte da poesia?

Para Dona Eunice (a outra mãe).


Mãe é
a que esquece
ou a que cria?



Ígor Andrade

_____________________________________________________________________

3 comentários:

Renata Bezerra disse...

Ígor...

Provavelmente mais uma pergunta sem uma resposta exata... Nem sempre o óbvio é o que parece ser... Criar não é fácil, mas esquecer também não é.

Angel disse...

Sem dúvida não é a que esquece... Mas, mãe esquece?

Eu diria que mãe é aquela que ama, talvez.

Abraços!

Renata Bezerra disse...

Continuando o que Angel disse...

Mães são tão imperfeitas quanto todos nós. Humanos cheios de conflitos, medos, crenças... Crianças postas a educar crianças.

E o amor tem muitas formas, algumas até não compreensíveis.