terça-feira, 9 de março de 2010

Caos

Tudo nasce
e morre.

No meio disso
ou se anda
ou se corre.



Ígor Andrade

_____________________________________________________________________

5 comentários:

Renata Bezerra disse...

E no meio disso,
ou o tempo se arrasta
ou nos atropela.

É o caos mesmo.

Fabio Rocha disse...

Ou se voa... Abração

Angel disse...

Há quem simplesmente pare, também. Acho que isso é o pior.

Abraços!

Marília Floor Kosby disse...

Oi, Igor
está sendo de grande satisfação conhecer tua poesia. Principalmente pela afinidade coma minha.
Abraços

Sr do Vale disse...

bom muito ou quase