sexta-feira, 26 de março de 2010

Do companheirismo e entendimento canino

Loren me lê
no silêncio escuro.

Se a vida é mole
eu me faço duro.



Ígor Andrade



____________________________________________________________________

3 comentários:

Renata Bezerra disse...

Cães são os únicos que sabem o que é amar de verdade...

Cosmunicando disse...

Essa/esse é Loren?
adorei a foto e poema :)

Ígor Andrade disse...

Querida amiga espanhola, essa é a Loren sim, minha pequena companheira. rs