terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Pe(r)dido

Se eu sei
o que procurar
aonde procurar
e como procurar
eu não encontro nunca.



Ígor Andrade

_____________________________________________________________________

7 comentários:

NDORETTO disse...

Bom, muito bom! AMEI! Delicinha de poema!!!!


abs
neusa

http://poesiarapida.blogspot.com/

http://poemacurta-metragem.blogspot.com.com/

Ju Fuzetto disse...

Olá!!

nem tudo é o que procuramos!!!


beijoca

Fabio Rocha disse...

Perfeito, e tudo a ver com o poema anterior. O saber nos pesa. Não nos deixa distraídos. Abração

Camilla Andrade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael Perfeito disse...

O improvável é que nos encontra!

Natália Nunes disse...

auto-sabotagem? :P

Ígor Andrade disse...

Eu pensei que era loucura mesmo, Natália.