sábado, 27 de fevereiro de 2010

Eu assumo

Eu assumo:
na agonia, eu sumo
na noite fria, eu durmo
e se não tiver problema, eu arrumo.

...

[Pior que este calor e a saudade, é o resumo
da vida que não vivi junto
da vida que não vivi perto
da vida de outra pessoa
que não vivi sem rumo.]



Ígor Andrade

___________________________________________________________________

4 comentários:

Fabio Rocha disse...

Nossa, cara! Bom demais!

A primeira estrofe tinham que esculpir no eterno!

Abs

Renata Bezerra disse...

"e se não tiver problema, eu arrumo"...

Me parece familiar! :)

S.L. disse...

A saudade aquece o coração. Beijo!

Marcelino disse...

Não tinha lido ainda este poema e gostei dele logo de cara: a primeira estrofe, como disse o Fabio Rocha, é sensacional.