segunda-feira, 13 de setembro de 2010

O essencial é absurdo

Namorada:
tenho nada.

Alvorada:
tenho tudo.



Ígor Andrade

__________________________________________________________________

2 comentários:

Luiz Guilherme Libório Alves disse...

Um dos melhores poemas seus, Ígor.

Puramente lindo e direto (Alguma coisa como um soco feito de suspiro).

Ígor Andrade disse...

Valeu, Luiz Prodígio!
Abraço!