quarta-feira, 9 de junho de 2010

Dói

Dói não te ver
nesta cama
desta manhã
de céu azul.

Dói não te ver
destino invisível
que eu criei
pra gente.

Dói não te ver
e pensar
que sempre te perco
em cada sono.



Ígor Andrade

____________________________________________________________________

Um comentário:

Esteban H. disse...

Mas o que tá havendo afinal com essa gente, que só sofre por amor e saudade?

Todo mundo diz que ama, mas ninguém é amado. Tem que ter algo errado nisso.

Ótimo blog, cara. Te sigo. Vlw.