sexta-feira, 1 de maio de 2009

Não trabalho nem no sono

Depois de dormir o dia todo
acordo (às sete da noite)
não mais dia
com a mente inquieta
com muita raiva de não sei quem
e triste com alguma coisa.
Será um daqueles dias
(ou fim do mesmo)
que vou me entupir
de açúcar
e café
digerindo poesia
vomitando impaciência.




Ígor Andrade

___________________________________________________________________

2 comentários:

Simple Me disse...

Pois é... Talvez a raiva ou o que quer que seja - a fuga, seja de você mesmo. Interessante isso...
Beijos!E obrigada pela presença de sempre!

Andreluca disse...

Igor...

Muito bom seu blog. Gostei de suas poesias e do modo como escreve.
Parabéns... é ótimo encontrar coisa boa. vou voltar outras vezes.