quarta-feira, 27 de maio de 2009

Meu mar

A madrugada
pisca pra mim.

Lua cheia
de eu vazio.
Pesco um fim.


Ígor Andrade

_____________________________________________________________________

11 comentários:

nina rizzi disse...

nossa, que lirismo...

e hoje é tanto-mar :) já é o quarto blogue que visito com a temática. além do meu próprio imenso-mar :) veja se gosta ;)

beijo.

Bea - Compulsão Diária disse...

Combinamos?
Eu
Vazio de mim
Balbucio seca
Parece que combinamos, ìgor

Click disse...

Belo poema, Igor! Belo poema!

Cosmunicando disse...

seu mar é imenso

(seu poema tá 'guardado' no Literapura, espero que não se importe =)

abraço poeta.

Camilla Andrade disse...

Meu mar..(sem fim)
Meu ar...(puro)
Meu andar...(linear)
Meu caminhar...(com um destino)
Meu colo para ninar..(abrigo)
Meu deitar e acordar..(segurança)
Meu mais reluzente despertar..(vida)
Meu ombro para chorar...(amparo)
Razão de pessoa q faz meu coração inflar....(meu único)
Poeta primeiro, do verbo orgulhar...(O MELHOR!!!)

Adriana Godoy disse...

Que delícia, que belezura. Beijo.

Pequena Poetiza disse...

quantos fins eu pesquei em vão
no ar

Beto Mathos disse...

Grande espaço tens aqui.
Volto pra ler com calma sobre o mar e as outras boas coisas que por aqui pesquei.

Abraço!

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para meu projeto da minibiblioteca comunitária e outras atividades para crianças e adolescentes na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todas as pessoas de bom coração,pode doar de 5,00 a 20,00.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

Philip Rangel disse...

nuul irico mesmo..

aconteceu algo???

abraçao

Lou disse...

O mar e sua vastidão... Mui belo!

Abraços,
Lou