quinta-feira, 3 de novembro de 2011

A queda

Estou além de mim
e não posso fazer nada.
Chego antes dos meus passos
e sinto medo da escada.

(Antes que eu me perca no poema
devo dizer que amo uma desgraçada.

Antes que eu me encontre na vida
devo calar meu ponto final.)



Ígor Andrade

_________________________________________________________________

Um comentário:

Natália Campos disse...

Calou até o ponto final e encantou além do ponto!