sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Rose

Rose é uma jovem cabeleireira
de mão tão leve
e voz tão baixa
e pele tão branca
e cabelo tão negro...

Rose não tem cheiro de rosa.
Rose tem perfume de calma
e me faz ter sono.

Rose hoje me lembrou de mim
num sorriso perdido
de frente pro espelho.



Ígor Andrade

_________________________________________________________________

2 comentários:

Marcantonio disse...

Nossa! Lembrou-me Bandeira. Muito bom.

Abraço

Angélica Lins disse...

Tive a mesma impressão do Marcantonio, pensei em Bandeira quando li.

Parabéns!
Beijo