segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Rogério & Rogério

Nos aterros dessa vida
onde se enterram as lembranças
pedaços de tempo como herança
os dois sujeitos, sem jeito
consomem as palavras
as larvas
da mais pura admiração.

E buscam por aí
o equilíbrio
entre o não ter
e o não ser
das mudanças
e dos sorrisos.


Ígor Andrade

__________________________________________________________________

2 comentários:

Compulsão Diária disse...

Nos aterros, aterrissam desejos entre os seres e quereres

glória disse...

valha-me deus igor, estou escrevendo misturando fevereiro com a vastidào do meu oceano. entro aqui e te leio. Há sincronias. Houve um sarau ótimo de blogueiros, senti tua falta. bjs