sábado, 28 de fevereiro de 2009

Atravesso mapas e oceanos

Às vezes me sinto continente
mesmo que ao redor seja água
porque também me sinto ilha
e quando não, me sinto mar.

Minhas palavras (é vida)
são vidas em vôos.
Meus poemas
são asas
nunca pouso.


Ígor Andrade

___________________________________________________________________

11 comentários:

Indelével disse...

Sim, seus poemas são asas, asas que levam além...

S.L. disse...

Grande ou pequeno, suas palavras voam cada vez mais alto. Voa.
Beijo meu.

Henrique disse...

que lindo! Virei ar!

Patrícia Lage disse...

Tuas palavras e você - são vida linda.

E voa.

Meu beijo, poeta.

Clarinha disse...

Não pouse...

Pequena Poetiza disse...

eu me senti completamente viva nas tuas palavras
como se fossem versos q pensei e não os coloquei em papel


fico feliz q tenha gostado do novo blog
=]

=*

Tata disse...

Lógico que vale atrasado!!!!KKKKK
Só de vc lembrar já é ótimo!!!
MUITO obrigada viu!!!!!

Quanto aos seus poemas muitas vezes são fontes de inspiração.

Podem ser pequenos no tamanho mas, imenso em beleza e significado!!!

Sou sua fã, vc sabe né?
bju

☆ Sandra C. disse...

meus poemas voam..
são álcool!

Camilla Andrade disse...

Meu mar e meu ar....meu poeta.

nina rizzi disse...

uau, minha cara. o que vc deve ter percebido ao me sobre-voar :)

obrigada pela visita.ah, e se quiser, pode até ser pessoalmente. no momento minha panthalassa é a fortaleza-bela...

Deise Anne disse...

nunca pousar! uma boa idéia. rsrs