terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Do meu desespero capaz

Desespero não é incapacidade.
Desespero é amanhecer sem sono.
Desespero nessa minha insanidade
é o que eu espero do abandono.


Ígor Andrade

____________________________________________________________________

6 comentários:

Lou disse...

Olá, Ígor!
Gostei da construção. Você trabalhou o tema central de forma singular.

Abçs,
Lou

☆ Sandra C. disse...

'é o que eu espero do abandono.'

desespero = expectativas

não as crie!

Tata disse...

Oi Ígor,

Que triste!!!!!Abandono....Desespero....
Amanhecer sem sono??Só de for por amor....
bjinhos

Déa Paulino disse...

Desespero é só o reflexo do caos que precede a ordem. Só.
Um beijo, poeta!

Pequena Poetiza disse...

insano se desesperar no abandono?
insano seria o contrário
ou talvez não

enfim
eu vejo mt beleza nas almas desassossegadas

mas que seja para buscar mais
sem denominações
para q quando esbarrar com a beleza das coisas acha q naum é... só pq num veio da forma como esperava.

S.L. disse...

Sempre há expectativa no esperar. E isso é desesperar-se. Um beijo.