quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Passeio no hospital

O vômito
e o que não caiu bem.
A tontura
que mostra o mundo real.
A dor de cabeça solitária
tira a força, porém
tudo passa e volta
num estado físico que faz mal.


Ígor Andrade

__________________________________________________________________

5 comentários:

Délia disse...

Obrigada pela visita Igor, tb gostei daqui.
abraço

Bruno disse...

Adoro que o teu blog se chame "fuga do intelecto".
Os teus são sempre melhores.

Barbarella disse...

Oi,

então sarge o extinto blog "Crônicas no divã" manda lembrança do além. Ele preferiu partir, por alguns motivos, digamos, profissionais mesmos.

Mas enfim, fiz outro blog (sem rosto e sem cidade, se é que vc me entende), e estamos ai novamente, passa lá...


Pq Barbarella?

Não te contei? Sou um extra-terrestre, lunática que vive no mundo da lua, do espaço.... então veio a calhar... rsrs

E olha, ando com uma dor de cabeça solitária esses dias viu...

Fernando Rozano disse...

instigante, sempre, alias sensibilidade com um realismo cru e verdadeiro. extraordinário poema. meu abraço.

Patrícia Lage disse...

De certa forma, ainda bem que é tudo passageiro! Estamos de passagem pelo hospital, pela realidade, seja qual for. O que não passa a gente já conhece.

Lindo poema.
Meu beijo.