domingo, 26 de outubro de 2008

Dormi no nordeste

Acordei sem sul
e sem graça
aqui nem vento passa
sinto-me nu.

Espero esperar esperança
que tempo melhor faça
mudança
de manhã céu azul.


Ígor Andrade

___________________________________________________________________

8 comentários:

Patrícia Lage disse...

É desprovido dos nossos enfeites e estando nus que encontramos um caminho, seja ele para o norte ou sul, ou qualquer um.

E eu espero.

Meu beijo.

Thakau disse...

Adoei o blog. Sempre que escrevo escrevo que estou sem norte...

Posso te linkar?
bjos

SL disse...

Plantamos sempre o azul... Aquele mais limpo, mais belo... Basta enxergarmos tal cor.
Meu beijo.

Déa Paulino disse...

Eu queria tanto tanto tanto o céu azul como há pouco tempo. Os dias aqui amanhecem cada vez mais cinzentos...
Um beijo, poeta!

Jacinta Dantas disse...

Legal o movimento que vocé dá as palavras nesse jogo norte-nordeste-sul com esperança de céu azul.

Camilla disse...

Gosto do azul. Costumo dizer que minha vida é azul, porém um azul descascado e necessitando de uma pintura. O meu céu se inverteu. O azul tomou parte da minha vida e o meu céu se tornou cinza.

Bjão!

Favoretto, Thais. disse...

azul do céu é uma imensidão vermelha. paradoxo.

se estiveres nu sinta o vento sem culpa, não faz mal nenhum.

beeijos. ;**

Barbarella disse...

Dormiu sem sul e acordou no nordeste... acho que é isso né..

rsrs