terça-feira, 26 de agosto de 2008

Não sendo

Posso ter sido muita coisa
mas só tem graça falar
do que não foi
de quem não fui.
É sempre mais interessante,
ainda, querer ser.
O que fui
foi.
O que seria
queria.
Se fui mesmo muito,
fui pouco.
Serei mais um dia.


Ígor Andrade

____________________________________________________________________

13 comentários:

Talles Borges e Borges Moreira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Déa Paulino disse...

Superar-se é o verdadeiro desafio. A melhor competição!
Um beijo.

Rejane Oliveira disse...

"Se fui mesmo muito,
fui pouco."

Que poeta lindo gente...

profundo.. amei...

bjos

Profº. Eric Frantto disse...

Ok, ok...seja sempre o que ainda não foi, e aum pouco mais do não ruim que fora!
Abraços!

SL disse...

A intensão, é sempre ser.
Ainda que não seja, é fato a tentativa, a busca, o desejo.
Até o medo do que se quer ser.

Meu beijo.

blurred disse...

para mim, ja és muito.
seres mais ainda? um einstein :D
força

adoro ler te*

AnaLua disse...

Ah Igor, é realmente mais interessante sonhar, e lhe digo que eu vou além do sonho, eu deliro pensando no que seria, no que não foi... a condicional "se" está sempre esmagando meu peito. Adorei o poema!
Beijos enluarados!

Carolina Pires disse...

"Se fui mesmo muito,
fui pouco.
Serei mais um dia."

Maravilhoso, só isso sei dizer aqui, acho que nõa mudarei de opinião nunca!

Grata pela visita e pelos parabéns!
Beijos, Carol

B.I.A.N.C.A Feijó disse...

Que lindo Igor!

Que perfeita a concatenação de palavras...

É a eterna vontade de ser o que nunca fomos, simplesmente pelo fato de sermos um pouco diferente do que somos...

B.E.I.J.O.S

Talles Borges e Borges Moreira disse...

Muito bom o texto
Adorei
|Te espero no meu!

Chana de Moura disse...

encantador esse.
aliás, tenho um texto com o mesnmo título que o seu...
deve ter sido escrito em época de vida semelhante...

Samara disse...

Ja te disse q vc escreve PERFEITAMENTE?
Lindoo lindoo..

Te amooo.

Obs: Posso copiar esse?

Van disse...

Perfect!