terça-feira, 2 de setembro de 2008

Terça 02/09/08


Nesta terça nublada e sem realidade
sobre a égide do meu conformismo
realizo o meu exercício da dignidade
te oferecer o amanhecer sem lirismo.


Ígor Andrade


_______________________________________________________________________

4 comentários:

Bruno disse...

Porra tu é foda!
As tuas palavras me doeram de tão boas!
Abraço!

Favoretto, Thais. disse...

Usas palavras muito sofisticadas, doce.
Que céu lindo! :)

Rejane Oliveira disse...

Acho que encontrei seu quarto...rsrs

Van disse...

"Te oferecer o amanhecer sem lirismo..."
Lindo isso, Ígor! Lindo.
E no fim a poesia da vida é mesmo essa, escondida nas coisas sem lirismo.

Mas desculpe-me meu amigo, se até EU ando assim, sem lirismo.

Beijucas