quinta-feira, 7 de agosto de 2008

O estranho

Esquisito
por ser eu
e mesmo
que não seja
vou continuar
sendo isso.


Ígor Andrade

_____________________________________________________________________

11 comentários:

Profº. Eric Frantto disse...

Muito bom, memso, fio. Só não deixe nunca de o ser intro e extra humanitário. Abraços!

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Muito bom !
Apareci do nada, desculpe, posso linkar você?
marthacorreaonline.blogspot.com

blurred disse...

Olha, adorei. mta gente me diz "es estranha" mas n deixo d ser eu isso mesmo. :P

PS: ja ah mt q n vinha ca, qd é verao é dificil parar em casa.. Obg por passar pelo meu blog, e um dia acabarei a historia sim :)

Lu disse...

é. tem gente que se esforça pra tentar ser estranho, diferente.
mas hoje em dia, admiro quem é o que é.

Karen Anne disse...

oi, acabei abandonando aquele blog de vez pq o sistema saiu do ar... havia perdido seu link, por isso nunca mais o visitei, mas que bom que me encontrou... rs... agora, criei fôlego e fiz outro blog... to tentando entrar de vez nesse mundo blogueiro... abraço!


http://perdasnecessarias.blogger.com.br

mundo azul disse...

Sermos nós mesmos, não nos impede de lapidar sempre, um pouco mais, as nossas arestas, não é?

Um poema curto, como eu gosto...Bem reflexivo!

Beijos de luz e um domingo feliz!!!

Luca Souza disse...

Simples e belo.
Gostei! Parabéns

Karen Anne disse...

Igor, irei te linkar novamente na minha página!

passarocalado disse...

Seja o que vc quiser...mas que seja o melhor para si...seja aquilo que quer para ser feliz!! =DDD
Caozinho estranho =]

Karen Anne disse...

Igor posso te add no orkut e msn?

Carolina Pires disse...

sinceramente, adorei.
quantos poemas escreves por dia?
acho incrível essa sua facilidade...