terça-feira, 1 de maio de 2012

R a f a e l a



Sempre te vejo indo.
Sempre te vejo chegando.
Sempre me vejo faltando.
Sempre me vejo sentindo.


O sempre é o nosso advérbio preferido.
Nós mudamos nossos verbos e nosso tempo é esculpido
pela saudade.


Não há nada que roube você do meu pensamento.


Numa hora minha cama é tua
e na outra o teu cheiro é meu.
A presença é o pouco de quem não sente tudo.


Sinto tudo
mas não fico mudo:
O mundo é você.


Sempre me vejo seguindo
teus passos preciosos.
Sempre me vejo conseguindo
qualquer coisa que seja
pro teu sorriso aparecer.


Eu não mereço você.


E sempre te vejo voltando.




Ígor Andrade

__________________________________________________________________________________

3 comentários:

Rafaela disse...

O dono dos melhores momentos que já vivi, do sorriso mais lindo e de todo o meu amor...

Amo você!
Sempre!

Ígor Andrade disse...

Sempre nós, meu amor...

Natália Campos disse...

Lindo, muito lindo!