segunda-feira, 28 de setembro de 2009

A ressaca

A ressaca do mar
não é pior que a minha.
A minha ressaca é o fim.

Me choco com as ondas
do mal-estar
de mal estar
acordado
num estado decadente
de inconstância agitada.

A ressaca do mar
não é pior que a minha.
Mas o mar é forte
e eu não.

A ressaca do mar
não é pior que a minha.
Mas amar o que tenho
sem juízo algum
também me dói a cabeça.



Ígor Andrade

___________________________________________________________________

Um comentário:

Pan y vino disse...

Lindo, cara. Um dos melhores que já li na tua página, parabéns!