segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Praia minha

Beira leve
um oceano.
Outro ano
que tudo leva
e nada traz.

Minha vida é
uma onda interminável.



Ígor Andrade

___________________________________________________________________

2 comentários:

Pan y vino disse...

Interessante essa comparação entre o movimento marítimo e o movimento temporal, as idas e vindas intermináveis desses dois infinitos circulares: o tempo e o mar.

Mara faturi disse...

Aqui a minha poesia se aproxima tanto e mar da sua... dores marulhadas inundando a página!
bjo