segunda-feira, 21 de julho de 2008

Aeroporto

Quem de fora

pensa no que tem dentro
lembra mais do lamento
tormento
que sorri em hora.


Ígor Andrade

_____________________________________________________________________

7 comentários:

Profº. Eric Frantto disse...

Gostei do blog, fio!

Laço

E eu proponho um elo.
Que num laço
Se encontrem nossos espaços.
E que de fato
Sejam unânimes em prosa e poesia.

Se aceitares a perceria, é só clicar e fazer um tour pelo meu blog....Abraço!

Jú Carvalho disse...

Igor Andrade é você?
Pow q sorte a sua ... Daki alguns anos estará ou rico ou famoso, ou os dois! ADOREI o blog, vc escreve de uma maneira diferente que prende, e não me peça para explciar o pq!

Nana Psico disse...

Adorei o jeito como tu domina e combina as palavras.
Volte sempre!
Beijos!!!

mundo azul disse...

...bonito!!!
Sempre muito bom ler seus versos...

Beijos de luz e o meu carinho!!!

Patrícia Lage disse...

É verdade...
Sempre de fora, sempre as lembranças.

Meu beijo.

Cláudia I. Vetter disse...

Obrigada por todas tuas palavras e atenção. Sim, é meu olho naquela foto. E em cada palavra.

Nas palavras é que as impressões voam, o vôo é o suspiro das palavras na impressão da sensações todas.

;)

;**

Fernando Rozano disse...

mais que um vôo, uma viagem completa tua escrita. abraços.