domingo, 25 de maio de 2008

Voltei

Manhã mais leve
sem peso nas costas
apenas uma pequena dor.

Raios harmônicos
de uma nuvem breve.
A madrugada foi proposta.
O que era ruim acabou.

O pedido é um abrigo
que o vento nos leve
pelo círculo prata
da mais bela cor.


Ígor Andrade

_____________________________________________________________

5 comentários:

Juliana Caribé disse...

"Depois da tempestade, sempre vem a bonança"...

Beijos.

Ju disse...

às vezes a pequena dor ou o peso das costas são as asas que estão nascendo! depois da dor: o voô!!!
beijos, também me embalala o ritmo teu!

zelia disse...

Que lindo!!!
Sim! É sempre um novo dia, nos dando a chance da felicidade...
Beijos de carinho e uma semana muito feliz!!!

mundo azul disse...

Que lindo!!!
Sim! É sempre um novo dia, nos dando a chance da felicidade...
Beijos de carinho e uma semana muito feliz!!!

Van disse...

Bonito.... Bonito....
Mas sempre foi, mesmo quando não parecia.

Beijucas muitas poetinha.