quarta-feira, 2 de abril de 2008

Quem sabe
um dia
após uma noite
qualquer coisa
em algum sentido
seja diferente
tendo em vista
que tudo é
e sempre foi
muito parecido.


Ígor Andrade

____________________________________________________

Um comentário:

SL disse...

A mesmisse cansa, mas intimamente nasce a esperança de que algo novo virá... O novo do que nem sabemos.

Beijão.