segunda-feira, 7 de abril de 2008

Deitar-me

Insônia medonha
fome acompanha
sede apanha
o que quero falar.

Um balanço na rede
um pseudo-silêncio
querer ter desejo
dormir e sonhar.


Ígor Andrade

________________________________________________________

8 comentários:

Déa Paulino disse...

A insônia incomoda, às vezes atrapalha o andamento do dia seguinte, e quase sempre traz com ela a inspiração...
Gostei daqui!

Van disse...

Oi querido...
Obrigada pela visita e comentário lá no VAN Filosofia!Adorei.
Sinta-se em casa sempre!

E teu blog é uma fonte de poesia inesgotável. Tudo por aqui é muito inspirado. Desde o visual, as fotos escolhidas (Aliás, adoro Pollock), os poemas, as citações...
Parabéns! Tudo muito inspirador.

Vou linkar e voltar sempre que der!
Te espero outras vezes tb.

Beijucas

Cel França disse...

Gostei muito no teu Igor,voltarei mais vezes,obrigada pela visita!
textos lindos os teus =]
abraços,vou linkar tá?
=*

SL disse...

A fuga para o sonho nao significa que fugiremos do pensamento que nos tira o sono... As vezes, pensamos ainda mais.
Beijo querido.

Nina disse...

A insônia é derivada de tantas coisas que nos atrapalham e incomodam no dia a dia...

um abraço!

Nanda Nascimento disse...

São lindas suas poesias,
gostei muito do seu espaço,
voltarei!!

Beijos e flores!!!!

Nina disse...

"alguém de verdade"... alguém que, acima de tudo, tenha respeito por mim!

Bianca Feijó disse...

Olá moço de poucas palavras...rsrs...

Sabe que eu adoro poemas/ textos assim, curtos e intensos!

Gostei da sua casa!Voltarei sempre!

B.E.I.J.O.S