segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

O caminho. (Ticiano Renier )

O caminho que segue
na obra do pintor
sua alma numa tela pequena
outra eternidade de dor.

Não são os pincéis certos
e ainda sim, leio a cor.

Um baile de espirítos coloridos
o desejo de seguir o caminho
indefinível, o tempo
senhor ditador.

Ígor Andrade

Um comentário:

Ticiano disse...

olá grande igor, eu perdi aquele meu msn me adiciona neste novo ... ticianorenier@hotmail.com abraço grande amigo!!!