domingo, 25 de outubro de 2009

Acordo

Acordo
no meio do nada
sem o peso de nada
e estou leve
ou livre
(que o vento não me leve esta sensação).

De braços abertos
procuro
no escuro
os abraços que eu perdi.



Ígor Andrade

___________________________________________________________________

5 comentários:

Desmanche de Celebridades disse...

Ígor, vc tem poesias bastante reveladoras. É como escrever em uma frase o que já sabiam mas ainda não tinham dito. Muito bom.
abraço.

Adriana Godoy disse...

e será que vai achar esses abraços? gosto muito de vir aqui. tem sempre muita coisa boa. Bj

Eu sou o GOOGLE disse...

Nosso, que coincidência, fui aproveitar minutos de ócio, lendo novos blogs, passatempo sempre revelador, e me deparo com este post, que transcreve minha sensação hoje ao acordar. Muito legal seu blog. Adorei todos posts.

Rapaz de talento vc

abs

o lado escuro da face disse...

Mano, tava de passagem pelo blog de Nadine e me deparei com o seu, tão simples e ao mesmo tempo profundo...
Gostei de ler o que escreve...parabéns.

[ rod ] ® disse...

perfeita construção meu caro... o peso pesado do que aqui faz escrever, por vezes, prende e pesa... abs.