sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Moluscos


Morre a tarde.
Chuva fina.

Faço vista grossa para a preguiça.

A casa observa os passos
que não dou.

Não posso
(e nem consigo)
descansar.

Sistema nervoso central
na periferia.

Uma paz estranha e manhosa...

Seja o que qualquer deus quiser!


Ígor Andrade

___________________________________________________________________________

Nenhum comentário: