sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Para Dona Rejane e Dona Lucivanda


Ser mãe
é um sermão
perfeito.

É ouvir o silêncio
e ter jeito
de ainda assim calar.

É a arte de criar
um mundo
antes do filho.
É parir um andarilho
que não sabe caminhar.


Ígor Andrade

_______________________________________________________________________________

2 comentários:

Jéssica Monalisa disse...

Essa poesia é muito tocante. Não tem como não lembrar das minhas mães (biológica e as do coração) e também do meu desejo de me tornar esse ser tão incrível um dia.

Diana Alves disse...

" a arte de criar um mundo antes do filho" Que lindo!